Google+ Reportagem - Nana Pauvolih no site Amazon | Nana Pauvolih

Reportagem - Nana Pauvolih no site Amazon

Nana Pauvolih - Entrevista Para Loja Amazon      Nana Pauvolih


Escrever sempre fez parte da minha vida. Minha brincadeira preferida quando criança era fazer desenhos e contar a história do desenho embaixo. Aos 11 anos, depois de já ter lido muitos dos livros da minha irmã, como Parábolas, do Gibran, poesias de Vinícius de Moraes e A Ilíada, de Homero, apostei com um amigo de escrevermos um livro, eu um e ele outro. Depois trocamos e lemos o que fizemos. Ele parou. Eu continuei e nunca mais parei. Tenho muitos livros manuscritos, completos e incompletos, que foram apenas um prazer no decorrer dos anos. Até que no final do ano de 2012 resolvi compartilhar pela primeira vez trechos de um de meus livros em um site, obtendo grande sucesso na internet e atraindo novos leitores, levando assim ao surgimento do meu primeiro livro lançado por uma editora tradicional: A Coleira. Desde então já lancei variados livros e não paro mais, sou uma verdadeira máquina de escrever, movida pelo amor e pela paixão.

"Pedi licença do meu trabalho como professora, hoje me dedico em tempo integral a ser escritora e me considero profissional. Sou disciplinada, tenho horários para trabalhar e não consigo ficar sem escrever."
Depois de ter lançado A Coleira com uma editora pequena, resolvi ir além e buscar meu caminho sozinha. Recebi convite de uma amiga escritora para ser colunista em seu blog, onde tinha uma página comentando filmes e escrevendo pequenos contos. Dali, ela percebeu que eu poderia ir além e perguntou se eu não gostaria de postar meus livros capítulo a capítulo. Comecei com dois contos menores, A Pecadora e O Senhor da Ilha. Aos poucos os leitores foram chegando. Acabava um livro e eu já postava outro, capítulo a capítulo. No decorrer de um ano eu tinha muitos fãs. Então passei a investir nas redes sociais. Milhares de pessoas passaram a ler meus textos, enviar convites de amizade, pedir mais livros. Foi quando resolvi colocar os eBooks na Amazon e fiz tudo sozinha, aprendendo com meus erros. Sempre colocava o livro para vender depois de deixá-lo para ler de graça no blog e em sites de leitura. Paralelamente escrevi um livro futurista com três amigos (incluindo a dona do blog onde comecei minha carreira “online”) e passei a comprar A Coleira da editora com desconto, vendendo mais barato em meu site, onde envio autografado. Tudo isso atraiu para mim parcerias com diversos blogs, fui ficando mais conhecida e minhas obras tornaram-se best sellers da Amazon. 


Fui para a Bienal de São Paulo de 2014 por minha conta, alugando espaço em um estande, onde fui surpreendida por uma fila enorme de leitores que compraram rapidamente os livros A Coleira e outros dois que lancei independentemente em formato impresso. Pedi licença do meu trabalho como professora, hoje me dedico em tempo integral a ser escritora e me considero profissional. Sou disciplinada, tenho horários para trabalhar e não consigo ficar sem escrever. Em pouco mais de um mês termino um livro e já parto para outro. É muita paixão e a realização de um sonho. Já tive convites de diversas editoras, mas nenhum que me fizesse querer deixar de ser independente. Estou esperando "o convite", aí sim posso pensar. Mas por enquanto, aos 40 anos, encontrei meu lugar no mundo como profissional: ser escritora.

Nana Pauvolih é uma das autoras que realizou um sonho publicando seu livro pelo Kindle Direct Publishing.

Confira a reportagem com Nana Pauvolih diretamente no site da Loja Amazon Brasil .